NEW YORK CAPA H.indd

Pra quem gosta de Will Eisner, basta dizer que é uma obra de arte, que é imperdível ter em casa pra ler, curtir, adorar e ficar olhando o livro fechado e lembrando de cada detalhe das histórias.

Aos que não conhecem, é um universo a parte, com grafismos envolvedores.

Will Eisner sempre foi um observador das pessoas, e seus relacionamentos, em uma cidade grande (Nova York, como está no título). O livro tem 440 páginas e é uma radiografia crua e, algumas vezes, terrível, de como as pessoas se relacionam no meio da selva de concreto. Ele gosta de pessoas invisíveis, as que não aparecem na história, gosta das que passam a vida sendo quase nada para as outras. Gosta de desejos alucinados sobre futuro e a da angústia do passado que não abandona as pessoas.

Will Eisner é um apaixonado por pessoas verdadeiras e a obra dele é linda, com um texto aguçado e desenhos apaixonantes – observem o que ele faz com apenas algumas linhas paralelas, onde define luz e sombra.

Para quem se aventurar a ler, espero que tenham paciência e que a leitura seja aos poucos para que vocês possam curtir cada pedacinho dele.

Igor Luchese