Imagem

A revista americana Forbes, levando em consideração o mercado de trabalho nos Estados Unidos,fez um ranking com as dez profissões menos promissoras.

Foram usados quatro critérios: salário dos recém formados, salários dos profissionais mais experientes, taxa de desemprego entre recém formados e taxa de desemprego entre profissionais mais experientes.

A pesquisa considerou recém formados os jovens entre 22 e 26 anos, e os mais experientes, os profissionais com idades entre 30 e 54 anos.

Confira:

  1. Antropologia e Arqueologia
  2. Artes relacionada a vídeo e fotografia
  3. Artes plásticas
  4. Filosofia e teologia
  5. Artes
  6. Música
  7. Educação física
  8. Design gráfico
  9. História
  10. Literatura e letras

Imagem

O que define a felicidade na carreira? Seria a satisfação no emprego proporcional ao salário? De acordo com uma lista publicada pela Forbes, empregos que pagam mais não são aqueles que mais trazem felicidade para o profissional.

O ranking, elaborado por pesquisadores da Universidade de Chicago, nos EUA, aponta as dez profissões que mais trazem felicidade.

Nas primeiras posições estão, curiosamente, profissões com fama de não serem bem remuneradas, como de professores e artistas.

Confira:

1. Clérigos (padres ou pastores)

2. Bombeiros

3. Fisioterapeutas

4. Escritores

5. Professores de educação especial

6. Professores

7. Artistas

8. Psicólogos

9. Vendedores de serviços financeiros

10. Operários ou “engenheiros de operação”