A obra de Kurosawa é pura arte: pintura, literatura, música e teatro. Sonhos é um desfile de imagens maravilhosas. Dividido em oito sonhos (os capítulos) que tem uma ligação assumida, tem a forte característica contemplativa japonesa, a música e os figurinos exóticos. O filme traz desde um passeio por entre pinturas de Van Gogh até o atualíssimo pesadelo nacional com a radiação nuclear. A beleza da natureza e o horror de sua destruição, bem como tradições milenares, são os elementos que arremessavam Akira Kurosawa a níveis cada vez mais altos de criatividade (veja, também, Ran). Sonhos certamente encherá seus olhos e vai arrebatar sua mente e seu coração.
Espetacular é uma palavra que resume o que senti.