São 6.909 línguas diferentes faladas ao redor do mundo, segundo o compêndio Ethnologue, que cataloga os idiomas do nosso planeta desde 1950. Mas a maioria desses idiomas a gente quase não ouve: 6.520 línguas (cerca de 90% do total) estão na boca de apenas 6% dos habitantes da Terra, enquanto o restante da população mundial usa apenas 389 idiomas. Há pelo menos 172 línguas com pelo menos três milhões de falantes – do chinês ao tachelhit, do Marrocos, e o quimbundo, de Angola. Já entre línguas “nanicas” estão idiomas que lutam para sobreviver. Existem quase 500 idiomas que correm o risco de ser extintos. Na China, o chinês predomina, mas há uma língua, o ayizi, com apenas 50 falantes, em um país com mais de 1 bilhão de pessoas!

Ásia
A Ásia é a Babel dos continentes – são 2.322 idiomas – 33% do total – praticados por lá. Além de ter a maior variedade, os asiáticos também têm o maior número de falantes – 3,6 bilhões, uma média de 1,5 milhão por idioma.

África
Os africanos falam 2.110 idiomas diferentes – em média, 344 mil pessoas para cada um! Em Moçambique, por exemplo, a língua oficial é o português. Mas lá você também pode ouvir maconde, chona, tonga e outros 40 idiomas.

Oceania
Apesar de ter apenas dois países grandes – Austrália e Nova Zelândia -, a Oceania tem dezenas de ilhotas, com centenas de dialetos, somando 1.250 variedades. O resultado: em média, cada idioma é praticado por apenas 5.144 pessoas.

América
Do Alasca à Patagônia, são 993 idiomas no continente, com a média de 50.852 praticantes cada um. Você sabia que se fala francês no Haiti? E holandês em Aruba? E que 700 mil mexicanos ainda falam maia, um idioma pré-colombiano?

Europa
São 234 idiomas no Velho Mundo, com 6,6 milhões de pessoas falando cada um. Entre as línguas de origem européia, a mais pop é o espanhol, segundo mais comum do mundo, escrita e falada em 44 países por 329 milhões de “personas”.