“Se você vem de uma cidade grande, a rua na qual você nasceu, cresceu e amadureceu foi sua “terra natal”, e ela sempre foi conhecida como “vizinhança”. A residência definiu você tão certo quanto sua origem nacional e lhe deu afiliação numa fraternidade que se manteve unida pelas memórias. Vizinhanças têm períodos de vida. Elas nascem, evoluem, amadurecem e morrem.” Dessa forma, Will Eisner inicia o texto da introdução da obra A Vizinhança, Avenida Dropsie. Um romance em quadrinhos (não tem como entender a obra dele sem pensar em algo muito maior do que apenas uma história em quadrinhos), cheio de humanidade com toda a sua crueldade e beleza, ao mesmo tempo. Uma leitura maravilhosa e cheia de emoção. Vocês não podem perder essa emoção.