O sentimento de trouxa existe, porque sempre tem alguém fazendo algo que não deveria fazer. Ao chegarmos no estacionamento do super, sempre tem alguém estacionado no local reservado aos deficientes. Mas nós, que respeitamos a sinalização, nos sentimos uns trouxas, porque nada acontece com aquele fulaninho que estacionou na vaga que não era para ele. Aí, entramos no mercado e, ao ir ao caixa para pagar as compras, assistimos “espertinhos” que entram na fila do caixa para 10 unidades com o carrinho cheio. E o que acontece com eles? Nada. Lá estamos nós, com um chapéu de trouxa, em uma fila de 15 pessoas, enquanto aquele imbecil tem a sua conta feita por uma calhorda, que deveria colocar este cara no lugar dele. Claro, procuramos o gerente e o que acontece? Ele toma nota da reclamação. E, depois? Nada. E o imbecil? Já chegou no carro dele e foi embora. Então, conseguimos sair do mercado e vamos embora. Ao chegar na rua, ficamos atrás de outro carro, que está bem devagar. A pé iríamos mais rápido. Olhamos, e ninguém está na frente dele. O que fazer? Delicadamente, fazemos um breve sinal de luz. Ao que ele responde com o clássico “passa por cima”. Neste momento, não achamos tão caro aquele consórcio para comprar um caminhão e nos imaginamos passando por cima da “coisinha fofa” que está atrapalhando o trânsito. Finalmente ultrapassamos e ele se dá o direito de gritar conosco, porque nós é que estamos errados. Certo está ele. Chegamos em nosso escritório e ligamos para a prefeitura, para pedir informações de como reclamar do barulho que uma fábrica faz durante a noite. Somos informados de que temos que ir até uma tal secretaria e preencher um formulário. Depois, devemos voltar para a prefeitura e procurar um balcão onde alguém vai carimbar alguma coisa. Então, quando houver tempo, alguém vai observar se é verdade. Ao chegar em casa, descobrimos que um outro vizinho está fazendo um churrasco com a turma, porque a mãe dele foi viajar. Telefonamos pra polícia e ninguém dá a mínima atenção. E na testa, escrito em vermelho – TROUXA!

Igor Luchese
Igor é publicitário, escritor, gosta de cozinhar para os amigos e se diverte cozinhando na televisão.

Anúncios